Você floriu meu caos - Luar
Publicidade

Você floriu meu caos

Deu vida a minha vida.

Iluminou o meu caminho.

Fez sorrir meu tédio.

Enxugou minha lágrima.

Deu rumo aos meus pensamentos.

Aflorou meus sentimentos.

Regou minhas sementes.

Você floriu meu caos

Quebrou minhas correntes.

Desfez todo embaraço.

Afastou as pedras.

Dobrou comigo os joelhos.

Reforçou a minha fé.

Enfeitou a minha casa.

Deu cor aos meus dias cinzas!

Calor ao meu abraço.

Tirou aos poucos o peso dos meus ombros.

Me tirando dos escombros do tempo.

Você floriu meu caos

Quando passou a morar no meu coração.

Tirou para dançar a minha alma.

Conduziu lado a lado meus passos.

E  gora também comigo sente todo aroma desse jardim chamado nós!

 

 

***

Poesia de LuarSimone de Andrade é de Blumenau, SC. Desde a adolescência interessou-se pela arte de escrever, buscando inspiração na própria história de vida. Iniciou sua formação superior na FURB – Universidade Regional de Blumenau em 2001 no curso de Artes Plásticas. Pós graduada em Ludo pedagogia e em Artes: Técnicas e Procedimentos. Atua como professora de Artes na Rede Municipal desde 2.002.  Publicou seu primeiro livro: “Entre palavras de amor e reflexões” em 2015 e  em 2017 publicou: “Palavras da Lua”.

Publicidade

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta