Vida Quebra-cabeças
Crédito: Divulgação
Publicidade

Ao montar um quebra-cabeça, temos o objetivo de encaixar todas as peças corretamente a fim de ter a imagem completa no final.

A nossa vida é o quebra-cabeça mais difícil e demorado de montar. Encaixar peça a peça leva anos. Muitas vezes a peça encaixada insiste em se desencaixar para que sejamos obrigados a encaixa-la inúmeras vezes.

Persistência para que aquela peça fique no devido lugar. Muitas vezes sentimos a falta de peças. No quebra cabeça das crianças, geralmente escapou e está perdida no tapete ou está esquecida dentro da caixa. Na nossa vida, as peças “que faltam” são as coisas mais difíceis de descobrir e, consequentemente, as que levamos mais tempo para montar. As que exigem de nós, geralmente, anos e anos de erros e retornos.

Vida: Quebra-CabeçaMuitas vezes ao encaixar uma nova peça no quebra cabeça, desencaixamos outra. Sabemos muito bem que não dá para ter tudo o que se quer ao mesmo tempo. A peça profissional do quebra cabeça monta-se e às vezes a amorosa salta do lugar onde estava. A peça da família se encaixa e às vezes a de seguir os sonhos não pode estar aonde deveria.

E assim seguimos durante uma vida toda quebrando a cabeça diariamente tentando ter e ver o nosso quebra cabeça completo. 

Agora, convenhamos, a sensação de ter uma peça no lugar correto e sentir o quebra cabeça cada vez mais montado é tão boa quanto a sensação de os ver emoldurados e pendurados, completos.

Vida Quebra-cabeça

 

 

***

Mahayla HaddadMahayla Ozorio Haddad tem 21 anos, é jornalista pela Universidade Católica Portuguesa de Lisboa e hoje pós-graduanda em Narrativas Audiovisuais e Novas Mídias pela UNIBRASIL. Mahayla com 16 anos lançou seu primeiro livro “Um Intercâmbio sem Medo – Vivendo uma experiência única”. Mahayla foi com a mãe para Portugal, terminou lá o ensino médio e ingressou na universidade, voltando a morar sozinha num país diferente. Dessa experiência resultou seu segundo livro: “Assinado”.

Leia mais matérias AQUI

 

Publicidade

Deixe uma resposta