Foto: Divulgação
Publicidade

11/11/2020 –

Vinícola Doña Paula não utiliza insumos de origem animal e/ou glúten

Nem todo vinho pode ser consumido por veganos e celíacos. Não é porque a bebida é aparentemente feita apenas de uvas (ou blend de uvas) que é livre de intervenção de insumos de origem animal e glúten. Toda a questão está durante o processo, na etapa de clarificação, quando muitas vinícolas utilizam clarificadores feitos de clara de ovo, farinha de peixe, caseína do leite ou gelatina feita de ossos e pele de porco.

A clarificação serve para deixar as bebidas mais límpidas, pois durante o processo, os vinhos formam pequenas partículas chamadas de cristais, fazendo com que os líquidos fiquem turvos. Ao adicionar componentes capazes de coagular, ocorre o aumento do tamanho das moléculas, que se acumulam nos tanques, sendo possível retirá-las e impedindo que sejam transferidas para as garrafas.

No entanto, há vinícolas que evitam o uso de insumos de origem animal ou farinha, tornando suas bebidas adequadas tanto para veganos quanto para celíacos. É o caso da argentina Doña Paula, que opta por fazer a clarificação com insumos vegetais, à base de ervilhas e argilas. Nesta etapa e com ajuda da tecnologia, a vinícola faz o processo sem a necessidade de resfriar os vinhos. Isto significa ainda uma economia de energia muito importante e garante que os vinhos cheguem ao consumidor sem precipitados, as partículas ou cristais formados no processo de fermentação.

Para trabalhar com padrões de segurança e qualidade, a vinícola Doña Paula atua responsavelmente em cada processo, desde o vinhedo até a armazenagem, fazendo uso sustentável de todos os recursos.

Website: http://donapaula.com/

Publicidade

Deixe uma resposta