SEM SINAL
Crédito : Divulgação
Publicidade
Sem sinal
É impressionante
Como desconecto fácil
Numa roda de conversa
Por mais interessante que seja
Quando a roda abre
Eu me abro
E desgarro na face abstrata
Perco a conexão
Sem sinal
Entro em divagação
Observando
Ruminando
Ouvindo ruído vago
Largo um comentário
Vez ou outra religo no papo
Pra sair outra vez
Se o assunto não me gusta
Não sinto a menor angústia
Pra pedir licença
Ir ao banheiro
Sair pra fumar
Desde de sempre
Essa conduta
Esse desocializar
Gente falante me procura
Feito mosca no pão doce
Gente falada e distante
Já no trato mudo intrigante
Tenho vontade de conversar
Vai entender essa cabeça minha
Virginiana no trato
Capricorniana aparente
Aquariana de cérebro
E ariana de coração…
***
Crédito: Chrisce de Almeida

Por Tacy de Campos  cantora, compositora, poeta. Seu primeiro disco autoral é “O Manifesto da Canção” e integra os projetos “DuoPlex“, “DuoÀs” e Banda Os Marginais. Tacy ainda atua como atriz e cantora em Cassia Eller, O Musical desde 2014 e apresenta o show “Relicário Cássia Eller”. É voluntária dos projetos “Os Pitais” e “Solyra”.  É Colunista do Portal VRNews e apresentadora do Programa Sala dos Fundos no YouTube.

Publicidade

Deixe uma resposta