Libélula
Foto: DIvulgação
Publicidade
Além do artista paraibano, também estão confirmados Dandara Manoela, Dow Raiz e Caburé Canela.

É com imenso prazer que o Libélula Festival anuncia as primeiras atrações da edição de Carnaval. Chico César apresenta em primeira mão para o sul do país, seu novo álbum “O amor é um ato revolucionário”. Também tocam no festival, entre os dias 21 e 26 de fevereiro de 2020, Dandara Manoela, Dow Raiz e Caburé Canela. Os ingressos para quem deseja passar seis dias acampade em meio à natureza, curtindo 30 shows, intervenções artísticas e oficinas, começam a ser vendidos nesta quinta-feira, 7, e quem comprar nos dois primeiros dias ganha uma camiseta exclusiva do Libélula de Carnaval. O evento será em Rio Negrinho, Santa Catarinha, 120km de Curitiba.

A urgência de justiça misturada a vontade de celebrar o afeto das brasileiras e brasileiros é o que tem motivado o compositor Chico César a tocar em festivais, assentamentos, ocupações e outros focos de resistência pelo país. “A ideia (do disco) é propor o ato revolucionário do amor com um ‘discurso afro, pop e roqueiro’. Como em Woodstock, Águas Claras e Arembepe, os festivais de rock do final dos anos 60 e começo dos 70.”, explica Chico.

Libélula Festival surgiu da vontade de oferecer um espaço seguro de união, reflexão, reorganização e recarga de energias para as pessoas. “Os festivais de música e cultura são mais do que simples entretenimento. Promovemos essas vivências porque acreditamos na transformação que elas proporcionam ao público e às pessoas que estão ligadas indiretamente ao movimento. A arte traz a segurança e a certeza de que não estamos sozinhos frente às injustiças da vida contemporânea”, ressalta o idealizador do festival, Alexandre Osiecki.

Alexandre também é o criador e diretor de 22 edições do Psicodália, maior festival independente do Brasil. “A experiência dentro de um festival, criando uma pequena comunidade, coloca as pessoas em estado de igualdade. Ninguém ali é mais ou menos do que ninguém, não ostentam carros, nem smartfones , cargos ou status, e isso acende o que há de mais puro em cada participante. E o mais interessante é que essa experiência é levada pra vida cotidiana das pessoas. A paciência, o amor, o respeito, a igualdade, são expressões e sentimentos que devemos exercitar”, explica Xande.

Além da cultura, a sustentabilidade e preservação do meio ambiente é um dos focos da organização. Ela estará presente em todas as etapas do festival, desde as práticas diárias, no diálogo com o público, consciência na produção e separação do lixo, à alimentação orgânica.

O festival de carnaval é a segunda edição do Libélula, que já nasceu um sucesso: os ingressos para o evento da virada de ano, entre 27/12 e 1/1, esgotaram em 12 horas. Para o carnaval, será esperado o dobro de pessoas e as vendas começam no dia 7 de novembro, a partir das 16h20, com o valor do primeiro lote a partir de R$280 a meia- entrada. Este valor inclui camping, atrações, oficinas e estrutura. É possível entrar com um número limitado de alimentos e bebidas e o estacionamento é gratuito.

Libélula
Foto: Divulgação

:: CHICO CÉSAR ::
Cumprindo o papel da música popular de refletir sua época, Chico César lança “O amor é um ato revolucionário”. O novo trabalho é um comentário robusto de suas vivências político-sociais, no convulsionado momento brasileiro dos últimos anos. Este é o 12º disco e o nono de inéditas de seus 25 anos de carreira. Entre seus grandes sucessos estão “À primeira vista”, “Mama África”, ‘Respeitem meus cabelos brancos”, Sem ganzá não é coco” “Estado de poesia”, entre outros.

Libélula
Foto: Divulgação

:: DANDARA MANOELA ::
Unindo força e poesia, Dandara Manoela apresenta “Retrato Falado”, seu álbum de estreia. O show traz à tona resistências, dores, amores, riso e choro, num trato vestido de canção. “Retrato Falado é um pouco de mim e um tanto de nós. É sobre sair do lugar, atravessar, viajar num encontro com novos corpos, rostos, ideias e sentimentos. É transformar e registrar coletivamente”, conta Dandara. No show, ela estará acompanhada pela banda: UBrother (percussão), Jeff Nefferkturu (violão) e Mateus Romero (contrabaixo).

Libélula
Foto: Divulgação

:: DOW RAIZ ::
Com a proposta de romper com a formação tradicional de apresentar o Rap, Dow Raiz mistura as batidas boom bap do hip hop com o jazz, trap, funk e diferentes estilos da música brasileira. No Libélula, acompanhado de sua banda, ele apresenta canções do álbum “Antibióticos de Rua”, do EP “As Profundezas de um Tempo DANGER” e inéditas do disco que irá lançar em 2020.

:: CABURÉ CANELA ::
Uma mistura que atravessa ritmos como rock, jazz, afro-beat, samba, baião e semba de angola. A Caburé Canela se serve de influências da cultura brasileira e as mistura com informações distintas, trazidas da música popular mundial. Nos palcos do Libélula, a banda apresenta seu álbum “Cabra Cega.

SERVIÇO
Libélula Festival Carnaval 2020
data: 21 a 26 de fevereiro
local: Fazenda Evaristo, Rio Negrinho, Santa Catarina.
Ingresso: primeiro lote a partir de R$280 a meia-entrada* e quem comprar nos dois
primeiros dias ganha uma camiseta.
Venda: começa dia 7/11, quinta-feira, no site do Ingresso Nacional e quiosques Disk
Ingressos
Evento: https://www.facebook.com/events/2346239912309488/

*Além das opções previstas por lei, o cartão Disk Ingressos (realizado através no site por
R$25) também dá direito a meia-entrada.

 

**

Via: Luana Angreves

Publicidade

Deixe uma resposta