Foto: Divulgação
Publicidade

São Paulo -SP 11/11/2020 – Entre os alimentos estão aqueles que contém antioxidantes, vitaminas A, B, B12, E, D e Ômega 3.

Uma alimentação rica em vitaminas auxilia na melhora das funções e atividades cerebrais, bem como
ajuda na prevenção de doenças neurodegenerativas, como: doença de Alzheimer, Parkinson e Acidente Vascular Cerebral.

Estilo de vida e dieta são elementos fundamentais para a melhora das funções e atividades cerebrais, bem como para a prevenção de doenças neurodegenerativas, como: doença de Alzheimer, Parkinson e Acidente Vascular Cerebral.

Segundo o Neurocirurgião Wanderley Cerqueira de Lima, os ácidos graxos saudáveis podem melhorar a estrutura das células cerebrais. Em compensação, outros componentes como o açúcar e gorduras saturadas podem danificar as estruturas dos neurônios.

“Levando-se em consideração essas informações, alinhadas a pesquisas científicas, que constroem uma ponte poderosa entre a nutrição e a performance cognitiva, concluiu-se que uma dieta equilibrada é extremamente bem-vinda ao cérebro” explica o Neurocirurgião.

Entre os alimentos que ajudam na prevenção de doenças neurodegenerativas estão aqueles que contêm antioxidantes, vitaminas A, B, B12, E, D e Ômega 3, tais como:

• Nozes, amêndoas, avelãs e amendoim;
• Abacate;
• Óleo de Coco;
• Couve, brócolis e folhas verdes;
• Ovos orgânicos caipiras;
• Peixes oleosos, salmão e atum;
• Cacau e chocolate amargo;
• Morango, amora, mirtilo e groselha;
• Grãos integrais;
• Café.

Ajustar a dieta, incluindo no cardápio diário alimentos que beneficiam o cérebro, aliados a hábitos saudáveis, podem otimizar as funções cerebrais e melhorar a saúde como um todo.

Fonte: Dr. Wanderley Cerqueira de Lima – Neurocirurgião
https://www.instagram.com/drwanderleycerqueiradelima/

Website: https://www.drwanderleycerqueira.com.br/

Publicidade

Deixe uma resposta