Alecrim com Limão
Crédito: Divulgação / PXHere
Publicidade

O alecrim é uma planta de origem mediterrânea que vem sendo muito estudada por cientistas e utilizada na medicina natural desde a antiguidade por inúmeras culturas devido suas propriedades, assim como o limão.

Não é difícil se apaixonar por essa combinação que pode ser feita em bebidas (chás, sucos, drinks) ou até como tempero. Mas além da parte fitoterápica também há muitos pontos positivos relacionados à parte energética e mística que envolvem tanto o alecrim, como o limão, que são usados em simpatias, rituais e celebrações de diversas crenças. Lendas e curiosidades que vamos contar por aqui!

o alecrim

Por conter propriedades digestivas, diuréticas e antidepressivas, o alecrim serve para auxiliar na digestão dos alimentos, é um ótimo antibiótico natural, um excelente diurético, combate o cansaço mental, depressão e ansiedade, purifica o fígado, ajuda no controle da diabetes, combate inflamações, ajuda a evitar a trombose e melhora a circulação. E é considerada fácil de cultivar para jardineiros principiantes.

Além de ser símbolo de fidelidade entre namorados, era usado na Era Medieval para purificar os quartos de doentes e afastar más energias e pragas que pudessem se aproximar das casas.

Alecrim
Crédito: Divulgação

Na Grécia, o alecrim era usado nas coroas. Também era queimado nos santuários para afastar maus espíritos. Pela reputação de estimular a memória, conta-se que para realizar algum teste ou exame, estudantes gregos usavam ramos de Alecrim nos cabelos para irem bem na prova.

 

Os romanos antigos chamavam o de Rosmarinus, que significa “orvalho que vem do mar” em latim, justificado pelas flores azuladas que permeavam as praias do Mediterrâneo, lembrando o orvalho.

Uma das lendas mais poéticas sobre o Alecrim conta que suas flores eram, no início, apenas brancas, mas pela gratidão de Nossa Senhora, durante a fuga do Egito, por terem servido para secar as vestes do menino Jesus, se tornaram azuis como o seu manto e que ela abençoou folha, caule e flor para que tivessem aroma de santidade e emanassem alegria. 

 

Água da Rainha de Hungria” foi o primeiro perfume que recebeu nome, no século XIII, e era feito com alecrim
Segundo a versão cigana da lenda , o alecrim tem uma característica divina, pois teria aparecido pela primeira vez perto do estábulo onde nasceu o menino, no preciso local onde a Virgem Maria jogou a água do banho de Jesus. 
De acordo com algumas crenças populares, o alecrim protege de pesadelos quando colocado debaixo do travesseiro, afasta o mau olhado e a inveja se queimado ou ingerido, por isso em algumas culturas é conhecido por “erva das benzedeiras” ou “erva das bruxas”. Sendo sinônimo de alegria e boas energias, também acreditava-se que se alguém toca a pessoa que ama com alecrim, o amor dessa pessoa por quem a tocou vai ser eterno. Até hoje é muito usado em rituais de união, em forma de incensos, natural, ou óleos essenciais.

Shakespeare chegou a escrever sobre essa relação do Alecrim com a memória e com o amor em Hamlet, quando Ofélia diz a seu irmão Laertes: “ “Ali está um alecrim, ele é para lembrança; Reze, ame e lembre…”

O Limão

Assim como o Alecrim, o Limão também faz parte de inúmeros rituais e simpatias para atrair boas energias, limpar a negatividade e proteger de maus agouros. Agora, todo esse lado místico também traz a validação científica através de muitos benefícios à saúde.

LimãoPor volta do ano de 1.700, o limão foi utilizado pela marinha britânica para combater o escorbuto por fornecer quantidades significativas de ácido ascórbico (vitamina C), o que veio a ser descoberto mais tarde, assim como outras substâncias presentes na fruta, como pectina, bioflavonoides, limoneno, cálcio e magnésio. A ação do limão é capaz de depurar e alcalinizar o sangue, fortalecer o sistema imunológico e melhorar a circulação, combater gripes e resfriados, previnir o envelhecimento precoce, e além de fazer bem ao coração,também favorece o emagrecimento

Sendo um ótimo bactericida e adstringente, além de antibiótico natural, o Limão ajuda na manutenção da imunidade e protege contra infecções! Para usufruir de suas propriedades medicinais poderá beber um chá, um suco, ou fazer o uso do óleo essencial.

Por conta de todas essas propriedades, o Limão é usado em simpatias e rituais de purificação, proteção da saúde, proteção contra o mal, incentivar a criatividade, tirar más energias e negatividade! Em algumas antigas culturas, havia o hábito de usar uma mistura de água, limão e alecrim para a limpeza física e energética da casa, trazendo proteção e sorte!

Vários estudos científicos já comprovam as propriedades medicinais do alecrim e do limão, em pó, extrato, óleo, natural ou como condimentos alimentares, sendo usados em comidas doces e salgadas, além de bebidas.

Uma boa pedida para aproveitar todos os benefícios e principalmente todo o sabor do Alecrim com limão, é começar com uma bela jarra de água aromatizada, um xícara de chá ou até mesmo um belo drink!

No entanto, é bom lembrar que é preciso estar atento à grandes quantidades! O alecrim, por exemplo, é contra-indicado durante a gravidez e lactação, para diabéticos, hipertensos, epiléticos e crianças menores, já o uso excessivo do limão pode causar problemas gástricos. Então, use com cuidado para aproveitar todos os benefícios! Lembrando que a utilização como tempero para alimentos é considerada segura em ambos os casos.

 

****

Amanda Lyra - Crédito_Nick SourientAmanda Lyra – Cantora, compositora, produtora e apresentadora, cadeirante e idealizadora do Projeto Solyra. Diretora e Editora chefe do Expresso Livre e Portal VRNews!

Siga ela no FACEBOOK e INSTAGRAM.

Leia Mais matérias AQUI

Publicidade

Deixe uma resposta